BENCHMARKING
 

Após uma primeira experiência em 2000, a Camanho & Consultores introduziu o conceito de Benchmarking Estruturado no mercado brasileiro a partir de 2003.

A partir de então, os Grupos de Benchmarking conduzidos pela C & C tornaram-se prática generalizada em diferentes processos corporativos, sendo utilizado por inúmeras empresas brasileiras.

Os processos de Benchmarking despertam a consciência para o mundo exterior.

A velocidade do avanço tecnológico faz com que seja cada vez menor o tempo de desenvolvimento de produtos e serviços.

Empresas já não podem mais se dar ao luxo da endogamia, dependendo somente dos próprios recursos intelectuais para a sua sobrevivência.

É necessário olhar para fora e aprender com as melhores práticas de outras empresas a fim de manter-se competitivo.

O Benchmarking fornece o modelo comportamental para que cada organização aceite as mudanças e a melhoria contínua como estilo de vida, e não apenas como algo inusitado de que se lança mão para enfrentar condições de mercado adversas.

Processos de negócio com estruturas de Benchmarking já desenvolvidas:

  •  TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (www.benchti.com.br)
    •  2001 / 2003 / 2005 / 2007 / 2009 / 2011 / 2014
  • FINANÇAS
    • 2004 / 2005 / 2006 / 2007 /2008
  • RECURSOS HUMANOS
    •  2004
  • CONTROLADORIA
    • 2005
  • AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL
    • 2004
  • OPERAÇÕES PORTUÁRIAS
    • 2004

PROJETOS ESPECÍFICOS:

  • KLABIN 
    • O objetivo do estudo foi apurar KPIs baseados em comparativos de Performance frente ao Headcount das seguintes áreas corporativas: Controladoria / Finanças / Jurídico / Recursos Humanos / Supply Chain e TI.
    • Além da KLABIN, participaram do estudo as seguintes empresas: BRASKEM / DURATEX / FIBRIA / KIMBELY CLARK / TETRAPAK e Grupo Ultrapar.
    • Os resultados obtidos foram compartilhados entre as empresas participantes e, no âmbito da KLABIN, foram desmembrados em ações de melhoria e/ou alavancagem, a partir de decisões conduzidas pela Presidência e Conselho de Administração.
  • USIMINAS 
    • O objetivo da consultoria foi estruturar uma Célula de Gestão de Benchmarkings para a USIMINAS, considerando as seguintes etapas:
      • Etapa 1 
        • Elaboração da Metodologia
        •  Implantação da Célula de Benchmarkings
        •  Condução de um Projeto Piloto
      • Etapa 2
        • Transferência de Conhecimento (12 meses)
        • Apoio na condução de processos de Benchmarking
        • Implantação da Célula de Benchmarking
  • FIAT
    • O estudo teve como foco a Análise Financeira de Investimentos em Novos Produtos ou Serviços.
    • Além da FIAT, participaram as seguintes empresas de diferentes segmentos: BRASKEM / CEMIG / EMBRAER / USIMINAS / VALLOUREC e  VOTORANTIM INDUSTRIAL.
    • Como as empresas participantes eram de ramos de atuação distintos, pudemos perceber o foco das respostas da FIAT, EMBRAER e BRASKEM em novos Produtos, enquanto que, CEMIG, USIMINAS, VOTORANTIM e VALLOUREC em novos Projetos.